25.3.09

AGNES ECKERMANN

criado por telescopionegro    14:43 — Arquivado em: Sem categoria

O senador Jarbas Vasconcelos, com o conhecimento que tem de seu Estado, disse que qualquer levantamento aprofundado das transferências de recursos federais a Pernambuco provaria que foram maiores esses repasses no governo FHC. "O governo Lula é recordista brasileiro em marolinha de espumas, dinheiro que é bom ele repassa muito pouco para Estados e municípios." Que o diga Santa Catarina, assolado pela catástrofe de novembro de 2008 e até agora sem receber um centavo do governo federal.
Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br
São Bernardo do Campo

 

 

 

LUIZ NUSBAUM

criado por telescopionegro    14:37 — Arquivado em: Sem categoria

Depois do dinheiro público gasto em palanque tipicamente eleitoreiro, com direito a foto oficial com o presidente Lula e a ministra da Casa Civil, chegou a hora da realidade nua e crua para os prefeitos do País: corte de 19% (R$ 60 milhões) no repasse do Fundo de Participação dos Municípios, que para 80% dos municípios brasileiros é a principal fonte de renda. Como ficarão as despesas obrigatórias com saúde, educação e infraestrutura? Mesmo porque, ainda tem de sobrar dinheiro para a reforma do Palácio do Planalto (R$ 103 milhões), não? Agora os prefeitos vão chorar na cama, que é quentinha. Durmam com um barulho desses. Lamentável.
Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br
São Paulo

 

 

 

24.3.09

ROBERTO ROMANELLI MAIA

criado por telescopionegro    9:50 — Arquivado em: Sem categoria

UM VIVA
A MULHER MADURA

ROBERTO ROMANELLI MAIA

A beleza da mulher
revela-se em sua plenitude
e por isso perdura,
na maturidade, quando ela sabe
o que quer!

Quando através de suas vivências, experiências
e do aprendizado ela se permite
não mais brincar com o restante
de seus anos…

Não mais se permite perder o tempo
que lhe resta sendo enganada
ou iludida…

Para não mais acreditar
em promessas nem em falsas declarações de amor eterno…

Como se alguém pudesse advinhar
o que virá, em seguida, numa relação!

Sim, a mulher madura,
que já viveu um amor ou alguns amores, também, sentiu em sua própria carne,
na sua alma e no seu coração, tristezas, alegrias, prazeres e decepções…

Dores!

Marcas e cicatrizes!

Algumas profundas!

Por isso ela sabe que deve ser mais e mais exigente…

Pois cada dia que passa será menos um em seu ativo de vida…

E se ela busca um homem especial
é porque sabe que ele existe!

Não como um príncipe encantado travestido de sapo!

Nem como um jovem mancebo,
a cavalgar no seu cavalo branco,
em busca de sua princesa…

Ela sabe que o que busca é um amante, cúmplice, amigo e companheiro…

Que possa unir um desejo sexual,
menos comportado e domado.

Menos passivo e acomodado.

Com mais carinhos, carícias, palavras, gestos, atitudes e decisões a serem compartilhadas com o seu parceiro.

Que com ela terá uma relação
de respeito e de cumplicidade.

No prazer mas, também,
nos momentos de tristeza
e de vazio existencial…

Sim, a mulher madura quer amar
mas quer, também, ser muito amada…

Amada pra valer…

Não quer, somente,
um momento!

Quer outros, muitos…

Mais e mais…

Não quer um homem repressor
pois ela não tem dono!

Nem um homem passional, moralista, hipócrita e nem limitado fisica, emocional, sexual e mentalmente…

Busca e quer um parceiro que seja
o mais possível sincero
e que tenha sentimentos verdadeiros…

Para que a paixão inicial
se torne amor!

Sim, ela não busca um amor medido
e controlado.

Ela gosta, deseja e quer preliminares que se estendam…

Sem tempo para findar!

E que o durante se eternize
enquanto durar!

Que o depois venha a se repetir,
muitas e muitas vezes!

Ela quer esperar e receber, no dia seguinte, um bom dia e não
o esquecimento!

Quer carinho e até mesmo
um denguinho!

Por a cabeça no ombro
de seu homem para que ela possa olhar nos seus olhos…

E sentir a maciez de sua pele
no contato de dois corpos
que se buscam e se querem…

Para se unirem num só!

Sim, a mulher madura
quer calor!

E quer ver e sentir
o seu vulcão começar
a despertar…

Para não mais deixar
de lançar a larva incandescente
no seu homem!

Ela quer compartilhar orgasmos
e todo o prazer que puder sentir, receber e dar…

Sem limites, moralismos
nem censuras…

Ela quer ser tratada
como fêmea, menina e mulher!

Sim, a mulher madura
é um maravilhoso prêmio
para um Homem!

Que a saiba valorizar!

Pois ela quer mesmo amar
e ser amada!

E não apenas ficar!

20.3.09

CONCURSO ALPAS XXI

criado por telescopionegro    15:37 — Arquivado em: Sem categoria

Concursos ALPAS XXI

V CONCURSO INTERNACIONAL CAPAS
Obras de arte - Tema e técnica livres
O autor homenageado será escolhido entre os participantes pela comissão organizadora.

Objetivo: Selecionar obras de arte para
ilustrar as capas das publicações da ALPAS XXI em 2009 e 2010.

III Concurso Literário Internacional Letras Premiadas
Tema Livre – Textos inéditos
português, espanhol e italiano

Autora homenageada: Ilda Maria Costa Brasil

Prêmio de incentivo à leitura e produção textual
Poesia: 1º lugar – R$1.000,00
Crônica: 1º lugar - R$ 1.000,00
Conto: 1º lugar - R$ 1.000,00

Contribuição para cada texto:
( ) Máster - R$ 10,00 - ( ) Estudantes até 21 anos: R$ 5,00

Prazo prorrogado até : Até 30.04.09

Os autores e estudantes que não podem pagar, estão isentos.

II Concurso de romance -Idioma Português

Tema livre - Texto inédito em português.

Inscrições: 03.01 a 20.08.09

Informações e envio dos textos: alpasxxi@hotmail.com
Fone: (55) 3324 1687
Av. Benjamin Constant, 71 – Cruz Alta – RS – 98 005-210

 

 

18.3.09

VALDECK ALMEIDA DE JESUS

criado por telescopionegro    12:08 — Arquivado em: Sem categoria

Os eleitos, os eleitores e a democracia
Brasileiro vota errado ou vota iludido?
Por: Valdeck Almeida de Jesus
E lá vai o povo, mais uma vez, rumo às urnas em 2010, movido pela esperança, pela conveniência ou pela ingenuidade. Lá vai o povo, com suas mãos, eleger homens públicos que os representarão no Congresso, no Poder Público, como fiéis guardiões de seus direitos e necessidades, conforme prometeram nos palanques ou nos ‘horários eleitorais’, com todos os requintes da boa retórica.
A história se repete. Repete-se cada vez mais espantosamente, porém causando cada vez menos espanto - parece até que estamos nos acostumando com a impunidade. A história se repete. Tempos depois, abriremos os jornais e veremos manchetes do tipo: “Funcionários do Senado recebem hora extra em mês de recesso”; “Corporativismo impera no Congresso Nacional”; “Partidos se aliam para votação no plenário”, e por aí vai. CPIs importantes são arquivadas. Conselho de Ética só existe no nome e para uma ética muito própria e particular dos parlamentares. E os raros “Quixotes” que existem por lá, e ainda sobem ao plenário para falar em nome do povo ou legislam em defesa dos reais interesses da nação, são calados, neutralizados e ridicularizados pelo poderoso jogo articulista dos que legislam em causa própria e são ávidos de poder.
Este foi o destino do nosso voto? Até quando? Hoje vemos, especialmente nos tapetes azuis do Senado – casa por onde passou Rui Barbosa – antigos vilões voltando à cena para dar as cartas, e na Câmara, há deputado que tem até “castelo” (Edmar Moreira – MG, sob investigação). Vemos partidos e ideais se diluírem nos balcões de negociatas e enriquecimento ilícito. Vemos engavetarem os projetos de lei que realmente se revestem do sentido maior da democracia: saúde, educação, segurança, inclusão, justa distribuição de renda e sustentabilidade para todos. Onde fica a sociedade em tudo isso? Esquecida? Preterida? Mas como? Não foram esses os homens escolhidos para representá-la?
Quando um brasileiro vai às urnas, com seu voto em punho, ele ali deposita seu suor, anseios e esperanças, de um modo geral. Crédulos das promessas que ouviram, esses eleitores esperam de seus candidatos, no mínimo, decência, moralidade e espírito público na grandiosa missão de legislar em nome deles. Mas, uma vez concluído o processo eleitoral, o ciclo costuma se repetir. Cadê as promessas? Cadê a saúde? A educação? A segurança? A luta contra a seca nordestina? O basta ao desmatamento? A moralidade no Congresso? A qualidade de vida?
Atenhamo-nos aqui apenas a um fato recente, para tentar explicar os absurdos que presentemente infestam o nosso Congresso – presumivelmente, ícone maior da democracia, uma vez que dali saem as leis “deveriam” beneficiar o povo. O inusitado fenômeno, de tão eloquente, fala por si: o Senado Federal, no mês de janeiro - reconhecidamente período de recesso naquela Casa –, pagou horas extras a um total de 3.883 funcionários, por ‘trabalhos complementares”, conforme alegam, quando não houve registro ali de qualquer atividade parlamentar. Tal ato de corporativismo foi tão absurdo que logo tomou conta das primeiras páginas dos jornais, indignando a população. A partir daí, desnecessário é abordar outros absurdos.
Em tudo isso, um alento: pelo menos a imprensa faz o seu papel de informar e alertar a população. Infelizmente, a mídia não é suficientemente forte para manter na memória dos eleitores todos esses atentados à Constituição e aos interesses do povo. Até porque muitos desses eleitores esquecem fácil o passado diante da primeira promessa sedutora do próximo candidato.
E lá vamos nós, eleitores, novamente para as urnas em 2010 - e em todos os futuros ciclos eleitorais. Quando vamos acertar? O que está havendo de errado com as urnas? Excesso de ingenuidade? Falta de informação? Votos de conveniência? Não se sabe ao certo. Os institutos de pesquisa não informam. Mas sabemos que o voto ainda é a última arma que nos resta na defesa de nossos interesses, é a expressão máxima da democracia. E vamos continuar votando, até acertarmos, até conseguirmos eleger homens e mulheres de bem, que realmente legislem para os milhões de brasileiros que, com seu voto, lhes dão procuração legítima para agir única e exclusivamente em seu nome.
Acompanhe notícias sobre mim no site www.galinhapulando.com
Obrigado.
Valdeck Almeida de Jesus
Fone (71) 8805 4708

 

 

PEDRO DU BOIS

criado por telescopionegro    9:44 — Arquivado em: Sem categoria

ALÉM

Além do pensamento
riscar ao autor
o fósforo
incendiado
no desafio
de se fazer
luz.

Incinerar a idéia
do autor na velocidade
antecedente.

Roubar ao autor
a solidez da pedra
deslocada: a entrada
ilumina o inexistente.

(Pedro Du Bois, inédito,
com a colaboração de Cícero Melo do Nascimento)

 

 

12.3.09

TREZENTAS MANHÃS

criado por telescopionegro    10:15 — Arquivado em: Sem categoria

TREZENTAS MANHÃS

Naquela manhã
Ele acordara em silêncio.
Sequer fizera
As brincadeiras de costume
Como perguntar
Se deveria ou não
Permanecer de barbas.

Naquela manhã
Ele era o silêncio
Instalando-se em pânico.

Vestira a camisa,
Colocara a jaqueta
- porque fazia frio –
e antes de abrir a porta
dissera que não mais voltaria.

Então permaneci trancado
Do lado de dentro
Durante três semanas,
Três meses,
Três séculos.
Fiquei trancado trezentas manhãs.

Tom
Frei Gaspar - MG
"Blog TomZine- http://paredesteto.blogspot.com"

 

 

5.3.09

GRAZIELA MELO

criado por telescopionegro    9:39 — Arquivado em: Sem categoria

A CASA VAZIA

Graziela Melo - 04/03/2009

A casa vazia
O cão na porta
A água na cuia
A farinha no prato
O cachimbo na boca
E a boca torta.

O sol na soleira
O menino na esteira
A vontade morta.

O solão bebeu a água
Matou a árvore
Lambeu o xique-xique
Torrou a terra
Tangeu os homens
Tangeu as mulheres
Matou as cabras
Soprou as estrelas
Comeu a lua
Secou a noite…

Eeeiiita solão danado
Na solidão do homem!!!!!!

cortesia de ester mansur miglio

 

 

19.2.09

EFIGENIA COUTINHO

criado por telescopionegro    9:33 — Arquivado em: Sem categoria

MEU CARNAVAL
Efigênia Coutinho

Não duvido da luz dos astros,
Da noite, de dia o sol, o calor.
Meu gosto revela minha fantasia!
Com folia e alegria, o meu amor.

Chame o meu carnaval de Idolatria ,
tem Ídolo realce a quem eu amo,
toda minha folia a um só se alia,
e com um só canto eu o proclamo.

Hoje é folia o meu amor galante,
do gozar cede com prazer neste dia.
Por isso, a minha folia é tão constante,
neste imenso palco somos loucos.

Nessa folia de carnaval com amor:
Sou sua cúmplice do ato libidinoso,
Dou-me ao Pierrôt amado e amoroso.
Que implora amor e busca seu fulgor!

Balneário Camboriú
Carnaval 2009

http://efigeniacoutinhopoesias.blogspot.com/

 

 

13.2.09

GUSTAVO DOURADO

criado por telescopionegro    12:21 — Arquivado em: Sem categoria

Brasilíngua Por (Tu) Guesa(1979)
Gustavo Dourado

Laço em laço: enlace-me:
Pindoramafra: luzilázia…
A língua de Juca Pyrama:
Zumbi(u) Camoniânima
Luxafra - brasilíndia tupiguarânia
Morenua Rósea Sertântrica…

Floresce(u) Latim por tintim:
Romamor Romãe: proema
D África: Axé-Nagogô
Brasilis-flor naturativa
Antropofálica Mistura:
Frevo-fervor: Línguímã: Nheengatu…

Por tu Guesa: faço-me errantente
Trovejo-me silen cio nuniversom
Relambeijo a Língua-gen
Dos Grãs Sertons:
Lusíadas…Veredas…

BrasiLíngua! Por(tu)Guesa:
Lusídica rosa personalizada…
Experimentalizo la langue
Nas ancas filo-lógicas do verso…

Contra.passo-lhe numbigo:
Bahianauta barrococó Gregórion
Riobaldorim Casmurro Borba
Policarpideiro Caminha Drummond
Matias, Aires, Bernardim, Vieira…
Barros,Meireles,Limeira,Dourado
Guimarães,Assis,Castro,Ferreira…

Machado! Motor-serra textual
Álvaro Ricardo Alberto
Pessoa metalingual:
Santa Cecília cancioneira…
Murilo, Jorges, Sousândrade
Andrades, Campos, Bandeiras…

Serafim Ponte
Grande Mira o Mar
Bossa Nova: Tropicália…
Cobra Cabral Macunaíma…
Lima Barretom Jobim…

Rosa de Hiroshima.
Rosa das Minas:
Guímã-Rosa do Povo:
Embaixador do Ser-Tao…

Gustavo Dourado
www.gustavodourado.com.br

Poema de 20 de janeiro de 1979.
Registrado na Biblioteca Nacional.

 

 

Posts mais antigos »


Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://telescopio.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.